Pedras sintéticas x pedras naturais: o que aplicar?

PEDRAS SINTÉTICAS 

QUARTZO STONE: é composto por 94% de quartzo natural, sendo ideal para ambientes internos, como bancadas de cozinhas, churrasqueiras, banheiros e lavabos, e para o revestimento de pisos, paredes e escadas. Resistente, ele não risca e não mancha, porém, é contraindicado para uso em áreas externas devido aos raios ultravioletas.

PRIME: é um material sintético composto por 94% de quartzo natural, ideal para ambientes como banheiros e lavabos e para o revestimento de pisos, paredes e escadas. Tem alta resistência e durabilidade, cores uniformes e bom custo/benefício. No entanto, não é indicado para uso em bancadas de cozinha ou áreas externas.

PORCELANATO: é um tipo de revestimento cerâmico caracterizado pelo seu modo de produção. Além de sua aplicação como piso e revestimento, pode ser utilizado na confecção de bancadas, tampos de lavatórios, cubas esculpidas e nichos e seu custo costuma ser melhor que o de pedras naturais e sintéticas. É resistente a manchas e tem melhor absorção de água, porém não oferece conforto térmico e tem custo mais alto que o da cerâmica.

POLIDO ou BRILHANTE: é indicado para áreas secas, como salas, corredores e quartos.

ESMALTADO: recebe uma camada de esmalte por cima da massa com o desenho desejado. A indicação técnica para o seu uso é obtida através da superfície, que pode ser lisa ou áspera, brilhante ou mate, e do PEI (resistência à abrasão da superfície); quanto maior, mais resistente é seu esmalte.

NATURAL ou ACETINADO: material resistente e pouco escorregadio, por este motivo pode ser usado em áreas comerciais e residenciais, tampos de lavatórios com cubas esculpidas e nichos.

LIMPEZA: para retirar as manchas, é recomendado o uso de água e sabão. Evite produtos químicos fortes e solventes, como removedores de tinta ou desoxidantes.

PEDRAS NATURAIS 

MÁRMORE, GRANITO e LIMESTONE: são rochas capazes de receber polimento, podendo ser utilizadas em revestimentos internos e externos, mobílias e obras de arte. Tem grande variedade de cores e texturas, alta durabilidade e excelente acabamento. Entre as desvantagens, o mármore é uma pedra mais mole e porosa, sendo menos resistente a quebras ou manchas. Já o granito é menos poroso e muito mais resistente também, mas ambos têm boa aplicação e uso em uma casa ou estabelecimento comercial.

LIMPEZA: evite os materiais de limpeza oleosos e com salinidade, além de água sanitária, sabão em pó, solventes, querosene, sapólio, vinagre, palha de aço e materiais abrasivos. É recomendável o uso de alvejantes neutros contendo agentes condicionadores.

Ricardo Freire
Arquiteto especializado em motelaria, está há 18 anos no mercado
Site: www.ricardofreire.com.br
E-mail: info@ricardofreire.com.br
Tel.: 11 5051-0097
Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *